ADDX - Idéias + Resultados
Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais
Menu de acesso rápido:
Onde você está
Mídia | Jornal do CRMMG | Jornal ON-LINE

Saúde na Imprensa


26/09/2018 – 18:00  —  Fonte: O TEMPO

Postos de saúde de BH terão 40 motos para vigilância


Só no primeiro semestre deste ano, a prefeitura registrou 149 casos de violência

 

Para combater as frequentes agressões contra profissionais de saúde nos postos de Belo Horizonte, a prefeitura vai ampliar o Patrulha SUS. O programa de monitoramento de guardas municipais nas unidades vai receber 40 motocicletas exclusivas para esse serviço até novembro deste ano. Só no primeiro semestre deste ano, foram registradas 149 ocorrências de violência contra esses profissionais, segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte (SMS-BH).

 

O Patrulha SUS atua em três eixos principais: ronda preventiva nas unidades, presença de guardas nas áreas mais violentas e qualificação dos profissionais de saúde para lidarem com as situações de conflito. As rondas têm sido feitas com as viaturas usadas para todas as outras funções. Agora, vão ocorrer utilizando-se motos exclusivas para os equipamentos de saúde.

 

Segundo a secretária adjunta da SMS-BH, Taciana Malheiros, o objetivo é aumentar a sensação de segurança nos postos. Para ela, a falta de estrutura e de medicamentos e a forma como o paciente é tratado pelos profissionais seriam parte da explicação para a violência. Ontem, o prefeito da capital, Alexandre Kalil (PHS), lembrou que as rondas são um "paliativo".

 

"Quem protege, dá carinho acolhe o posto de saúde é a comunidade", disse.

 

 

Para o secretário geral do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed-MG), André Christiano dos Santos, a ronda pode ser positiva, mas não é suficiente. A principal exigência dos profissionais é o retorno dos porteiros. Esse pedido, segundo Taciana, não será atendido no momento por falta de recursos.

 

  A contratação demandaria R$ 2 milhões mensais.

 

  Kalil visita obras em vilas de BH

 

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), visitou, na manhã de ontem, as obras de urbanização das vilas Fazendinha e Nossa Senhora Aparecida, no aglomerado da Serra, na região Centro-Sul da capital.

  

Kalil afirmou que as intervenções fazem parte do conjunto de 400 obras aprovadas pelo Orçamento Participativo de gestões anteriores e lembrou o discurso de campanha, quando prometeu concluir todas antes de iniciar novas obras. Ele afirmou, entretanto, que até o fim do mandato, em 2020, não será possível realizar tudo. "Nessa crise, a PBH está cortando para ter déficit zero", afirmou Kalil, que disse que as contas estão em dia.

 

Notícia adicionada por: Edson Braz
Visualizações: 70


Rua dos Timbiras, 1200, Boa Viagem
Belo Horizonte/MG — 30140–064
Horário de atendimento: 09:00h às 18:00h
Geral: (31) 3248–7700
FALE CONOSCO
Delegacias Regionais: