ADDX - Idéias + Resultados
Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais
Menu de acesso rápido:
Onde você está
Mídia | Jornal do CRMMG | Jornal ON-LINE

Saúde na Imprensa


14/03/2019 – 12:49  —  Fonte: SECRETARIA DE SAÚDE MG

SES-MG orienta Regionais sobre campanha contra Influenza


Saúde reforça estratégias de vacinação contra a Influenza para gestantes e crianças em Minas Gerais

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) realizou a Reunião Operacional da Campanha contra a Influenza 2019 na última quarta-feira (13/03). Participaram os coordenadores de imunização das 28 Regionais de Saúde. O objetivo do evento foi alinhar com os técnicos a logística de entrega de vacinas, a aplicação e registro das doses e as estratégias de comunicação e mobilização para 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que ocorrerá entre 15 de abril e 31 de maio, sendo 4 de maio o Dia D de mobilização nacional. 

 

A meta nacional estabelecida pelo Ministério da Saúde é imunizar 90% da população dos grupos prioritários - adultos com 60 anos ou mais de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. A partir de 2019, a vacina foi ampliada para as crianças na faixa etária de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias).

 

Minas Gerais precisa vacinar 5.393.702 pessoas. A Campanha é a maior ação de imunização do País segundo Josianne Gusmão, Coordenadora de Imunização da SES-MG, "temos que ressaltar o objetivo e a importância da campanha que é reduzir as internações e óbitos por complicações em decorrência da gripe. Temos que deixar claro que mesmo vacinada, a pessoa pode até ter um resfriado, mas não terá uma gripe do vírus Influenza nem precisará ficar hospitalizada. Os grupos definidos como prioritários são aqueles mais suscetíveis a adquirirem o vírus e terem complicações, que podem se agravar". A coordenadora ainda ressaltou que a imunização do grupo prioritário reduz a possibilidade de outras pessoas também adoecerem.

 

Crianças e Gestantes

 

 

A preocupação da SES-MG é aumentar a cobertura vacinal, principalmente entre as gestantes e as crianças, alertou Janaina Fonseca Almeida, diretora de Vigilância Epidemiológica da SES-MG. "Estamos orientando as regionais sobre a necessidade de as secretarias municipais realizarem ações nas escolas e nas creches, além de ampliarem o horário de funcionamento das salas de vacinas e trabalharem em conjunto com a atenção primária. Temos também que fazer um trabalho de conscientização com os pais sobre a obrigatoriedade de levar as crianças para se vacinarem" Para a diretora, uma das dificuldades são os grupos antivacinas que prestam um desfavor à sociedade, "contamos muito com o apoio de ginecologistas e obstetras para orientarem corretamente as gestantes".

 

Pela condição do sistema imunológico, crianças e gestantes têm maiores riscos de terem complicações em decorrência de uma Influenza. "Os riscos de uma gripe gerar uma internação e um óbito é muito grande. Por isso são considerados grupos de riscos e precisam ser vacinados". A diretora ainda reforçou que não existe nenhuma contraindicação para vaciná-los e qualquer informação contrária é uma inverdade. "As únicas contraindicações são para pessoas que tenham alergia grave a ovo e quem esteja com sintomas de febre - pedimos para aguardar pelo menos 24 horas", reafirmou.

 

 

Cada município tem suas particularidades e traçam as suas estratégias para o alcance das metas. No Norte de Minas, a coordenadora de imunização da Regional de Saúde de Pirapora, Flavia Teixeira Mota, relatou a importância da disseminação de informações corretas, de educação em saúde e mobilização para conscientizar a população, "os municípios se desdobram e fazem as ações de mobilização. Eles vão às escolas e às creches, usam os personagens como o Zé Gotinha". A coordenadora também reforçou que a atenção primária precisa ser envolvida "a gente pede que eles divulguem a Campanha da Influenza nas ações do pré-natal, nas consultas de rotina". A Regional de Pirapora é responsável pela supervisão e coordenação em sete municípios: Buritizeiro, Ibiaí, Lassance, Pirapora, Ponto Chique, Santa Fé de Minas e Várzea da Palma.

 

 

Gripe

 

 

A gripe é uma infecção aguda causada pelo vírus Influenza, que afeta o sistema respiratório e pode provocar complicações graves, até mesmo à morte, se não for tratada a tempo, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção.

 

A síndrome gripal, que se caracteriza pelo aparecimento súbito de febre, dor de cabeça, dores musculares, tosse, dor de garganta e fadiga, é a manifestação mais comum. Nos casos mais graves, geralmente, existe dificuldade respiratória e há necessidade de hospitalização.

 

A transmissão do vírus Influenza ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém‐contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz.

 

A Influenza ocorre durante todo o ano, mas é mais frequente no outono e no inverno, quando as temperaturas caem, principalmente no Sul e Sudeste do País. Algumas pessoas, como idosos, crianças, gestantes e pessoas com alguma comorbidade, possuem um risco maior de desenvolver complicações.

 

21ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza

Período: Entre 15 de abril e 31 de maio ( 4 de maio -  Dia D de mobilização nacional).

Grupos prioritários para vacinação:

Adultos com 60 anos ou mais de idade,

Crianças maiores de seis meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias),

Gestantes,

Puérperas (até 45 dias após o parto),

Trabalhadores da saúde,

Professores das escolas públicas e privadas,

Povos indígenas,

Grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais,

Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas,

População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

 

Saiba mais sobre a gripe, seus sintomas e cenário epidemiológico: http://www.saude.mg.gov.br/gripe

 

Notícia adicionada por: Edson Braz
Visualizações: 37


Rua dos Timbiras, 1200, Boa Viagem
Belo Horizonte/MG — 30140–064
Horário de atendimento: 09:00h às 18:00h
Geral: (31) 3248–7700
FALE CONOSCO
Delegacias Regionais: